♥Amigos do Blog♥

♥Visitantes♥

♥

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

A Importância da Música para as Crianças


A música é uma das mais antigas e valiosas formas de expressão da humanidade e está sempre presente na vida das pessoas. Antes de Cristo, na Índia, China, Egito e Grécia já existia uma rica tradição musical. Na Antiguidade, filósofos gregos consideravam a música como “uma dádiva divina para o homem. . .”
Segundo historiadores, o fazer musical de uma forma ou de outra, sempre esteve presente nas sociedades, desde as mais primitivas até as atuais. Sem dúvida, o nível de complexidade musical se alterou com o passar do tempo, mas não perdeu a sua característica de reunir pessoas. Hoje se percebe que a música tem a capacidade de aglutinar crianças, jovens e adultos, para cantar, tocar um instrumento, ou ambas. Verifica-se que os jovens se identificam por um mesmo gênero musical, o que lhes dá e reforça a sensação de pertencerem a um grupo, de possuírem um mesmo conhecimento. Assim, podemos afirmar que a vivência musical faz parte do dia-a-dia do ser humano e é muito salutar para o desenvolvimento de trabalhos grupais e que a aprendizagem musical abre portas para outras informações.
Antes da criança nascer, ainda no útero da mãe, já demonstra sensibilidade ao ambiente sonoro e responde com movimentos corporais. O ambiente sonoro e a presença da música em diferentes e variadas situações do cotidiano fazem com que bebês e crianças iniciem seu processo de musicalização de forma intuitiva. Vários estudos comprovam a importância da música ao ser humano, especialmente às crianças, em fase de desenvolvimento e aprendizado do mundo.
Pesquisas recentes confirmam que até os seis anos é a hora de encher esses ouvidos de harmonia. Não é para formar músicos que a Musicalização vem ganhando espaço nas escolas, sendo incluídas até no currículo. A música ajuda a afinar a sensibilidade dos alunos, aumenta a capacidade de concentração, desenvolve o raciocínio lógico-matemático e a memória, além de ser forte desencadeador de emoções.
Cada ser humano que descobre sua voz, fica mais bonito, mais seguro de si e com a auto-estima elevada. Fazer música, principalmente em grupo, no coletivo, traz a noção da importância da ordem e da disciplina, da organização, do respeito ao outro e a si mesmo.
Pensando assim, a música não pode estar desconectada do processo de ensino-aprendizagem da escola. A vivência musical para a criança, em geral é extremamente agradável. Ela aprende novos conceitos e desenvolve diferentes habilidades, melhora a comunicação e desenvolve a criatividade, a coordenação e a memória. Nos primeiros anos de aprendizagem musical a ciança torna-se mais atenta ao universo sonoro de um modo geral e desenvolve uma atitude de ouvinte, que é muito importante para a apreciação musical e para o relacionamento pessoal.
Mesmo nos dias atuais, com toda evolução tecnológica, nada substituirá as cantigas de roda, os jogos musicais, parlendas, atividades que simbolizam a infância pela sua pureza e que contribuem para o desenvolvimento pleno da criança.
“A música é uma força geradora de vida, uma energia que envolve o nosso ser inteiro, atuando de forma poderosa sobre o nosso corpo, mente e coração. Além de alegrar, unir e congregar mensagens e valores, disciplinar e socializar, a música forma o caráter e favorece o desenvolvimento integral da personalidade, o equilíbrio emocional e social” (Profª, compositora e regente Míria Therezinha Kolling).
Trabalhar com música na Educação é um fazer artístico. Os ganhos que a prática musical proporciona, seja pela expressão das emoções, pela sociabilidade, pela disciplina, pelo desenvolvimento do raciocínio, são valiosíssimos, e para a vida toda.
Valéria da Silva Roque Fernandes


Importância da Música Para as Crianças


Bem-estar - A música provoca uma sensação de enorme bem-estar para o bebê ainda no útero materno.

Desenvolvimento do raciocínio - Cantigas de roda e as canções de ninar (que faziam parte do universo das crianças no passado), eram importantes no desenvolvimento de um raciocínio lógico.

Sensibilidade e percepção - A música é utilizada como instrumento pedagógico em escolas, pois desenvolve a sensibilidade musical e amplia a percepção.

Crianças rebeldes - Com a música pode-se trabalhar alguns aspectos da personalidade da criança, estimulando sua formação global. Uma criança muito rebelde, por exemplo, descarrega toda sua energia manipulando um instrumento.

Timidez – A timidez das crianças podem ser superadas em aulas de música, por exemplo, em um coral, a criança passa a sentir sua própria voz e começa a se soltar e a perceber a importância do trabalho em grupo.

Instrumentos musicais - Os instrumentos são muitos bons para desenvolver a coordenação motora e a memória.

Efeito Mozart - Há alguns anos, os cientistas debatem o chamado “Efeito Mozart”. Trata-se de uma prova de que crianças ficam mais “espertas” para cálculos depois de escutar a Sonata para Dois Pianos em Ré Maior, do compositor austríaco.

Melhoram as habilidades matemáticas das crianças;

Melhor desempenho em sala de aula;

Desenvolvimento do cérebro;

Tocando um instrumento musical ajuda a tornar seu filho mais inteligente;

Atividades musicais desenvolve as habilidades intelectuais vitais nas crianças;

A música resulta em uma melhor concentração nas atividades;

Reduz o uso de drogas na adolescência;

Melhora a respiração;

Socialização

Conceito geral - EDUCANDO COM MÚSICA

Você sabia que desenvolver a musicalidade nas crianças na faixa etária de 3 a 10 anos é muito importante, não só para sensibilizá-las para a música mas também para que se tornem artistas extremamente virtuosos? Ou seja, a música serve para ativar outras áreas do cérebro, ajudando crianças a estimular inúmeras atividades.

Só para se ter uma idéia, sabe-se que a área cerebral responsável pela música está muito próxima da área de raciocínio lógico-matemático (ou seja, as conexões nervosas acionadas ao se executar uma obra clássica são muito próximas daquelas usadas ao se fazer uma operação aritmética ou lógica, no córtex cerebral esquerdo).

Por isso, percebe-se que a música ajuda no raciocínio lógico-matemático, contribuindo para a compreensão da linguagem e para o desenvolvimento da comunicação, para a percepção de sons sutis e para o aprimoramento de outras habilidades. “Casar música e educação dentro de uma sala de aula, além de gerar resultados animadores e gratificantes, faz com a difícil tarefa de ensinar seja muito mais gostosa e divertida”, explica a professora de música Cris Bueno.


Fonte: www.weril.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...